quarta-feira, abril 25, 2007


Nem tudo é tão tranquilo como o mar. Este mar que se vê na foto.
O mar está aqui, a dois passos, oferece-se de bandeja, a qualquer momento a todos nós. Mar azul, por vezes esverdeado . Mar profundo lá bem ao longe da praia, de águas límpidas, mornas... Um regalo para os nossos olhos, para os nossos sentidos. O problema é que há tanta outra coisa menos bela, menos transparente, a precisar que tenhamos os sentidos todos alerta! Quem pode, pois, quedar-se em serena contemplação e deleite da Natureza?
Mas, porque o Sol brilha, os pássaros cantam e as crianças riem e brincam despreocupadamente, é bom que inspiremos fundo e passemos a acreditar que as coisas vão mudar. Têm de mudar! Para melhor, claro. Porque, como diz a canção "pr´a pior já basta assim..."

2 comentários:

AnadoCastelo disse...

Estou totalmente de acordo contigo. Agora ia um mergulhinho nesse mar sereno e morninho. Ai que raiva não poder ir até aí.
Jokas

Rubina disse...

O que mais gostei em Timor, para além das pessoas, o mar...