quarta-feira, novembro 07, 2007


À minha filha Sandra Sofia

No azul do céu, por detrás da nuvem, do Sol, da Lua, das estrelas... No canto do pássaro, em cada amanhecer, no perfume da flor, por entre a ramagem das árvores, nas ondas do mar, no rumorejar da nascente, no sorriso de uma criança. Perto, distante... e sempre no meu coração vive suave, doce, rebelde, frágil, belíssima Sandra, minha princesa, milha filha...

Tanta saudade, Sandra Sofia!

7 comentários:

AnadoCastelo disse...

Também daqui fica um ramo de flores virtual em memória da Sandra. Um beijinho grande

ivone disse...

Beijinhos Angelína, belíssima mãe da Sandra!

Rubina disse...

Um eterno descanso para ela...

AnadoCastelo disse...

Tens um desafio no meu blogue.
Bejos

Maracuja Maduro disse...

Poemas no "Timor do Norte a Sul"

http://timordonorteasul.blogspot.com/

vale a pena. Leia e divulgue a poesia de Timor-Leste

Maracuja Maduro

BoDy anD SouL disse...

Querida amiga Angela, e com muita tristeza e pesar que fico a saber de acontesimento tao doloroso na sua vida, o mais doloroso que um ser pode esperimentar. Lastimo. Grande abraco.

BoDy anD SouL disse...

Gostaria de deichar uma mensagem para Maracuja Maduro que neste momento foi um bocadinho de falta de gosto que tenha deichado o seu spam em resposta a este post.