sexta-feira, outubro 31, 2008

Há muito tempo que não posto nada. Mas ontem, ao ler a mensagem que deixou a Eurídice fiquei tão sensibilizada que entendi que devia voltar a marcar presença do lado de cá do Mundo, da terra que o Sol em nascendo vê primeiro...

Não prometo escrever muito porque o tempo é curto. Por outro lado, nem sempre a disposição é das melhores. Como agora, por exemplo, que se aproxima o dia de Finados e a minha alma estremece de saudade e de dor pela ausência dos que partiram desta Vida. Depois, virá o dia 7 de Novembro, dia em que invariavelmente caio numa tristeza profunda faça sol ou chuva... porque no dia 7 de Novembro a Sandra faria anos. Entre as memórias das festas felizes da sua infância juntam-se outras mais dolorosas dos tempos em que sabia que aquele dia iria repetir-se por muitos poucos mais...

3 comentários:

Eurydice disse...

Agradeço-he, Ângela, a referência à minha passagem por aqui e o facto de ter voltado a postar. Não que adiante de alguma coisa, mas às vezes quase que alivia partilhar, assim, à distância aquilo que nos vai macerando.

Uma vez mais um abraço. De valentia.

Abe Barreto Soares disse...

Ola Irma Angela,

Kleur maka ita la hasoru malu, tuur dada lia, liu-liu kona-ba mundu literariu.

Ha'u tenta atu mantein nafatin ahi lakan poetika, maibe la'os buat ida maka fasil.

Kmanek,
ABE

AnadoCastelo disse...

Acho uma falta de educação comentar aqui noutra língua, uma vez que o blogue está em português. Não, não quero ser coscuvilheira, mas não acho bem, porque se a dona do blogue quisesse escrever em tetum não teria feito o blogue em língua portuguesa. Desculpa Angela mas é este meu lado que rebelde que às vezes vem à tona.
Mas também é para te pôr um sorriso na boca pois conheces-me bem e tás-me a ver refilar.
Beijinhos