terça-feira, março 06, 2007

Os dias-sempre-iguais-cheios-de- actos-violentos, deixam-me intranquila, triste e envergonhada.
Às flores do meu jardim, mal lhes deito um olhar….
Perdida e cansada, tal como perdidos e cansados andam todos os timorenses que estão fartos da crise e da violência, só me apetece gritar: CHEGA!!!

2 comentários:

AnadoCastelo disse...

Calma rapariga. Tenta ter calma porque até às eleições vai ser difícil, mas isso tu já sabes. Alguma coisa soará.
Nestas circunstâncias é dificil dizer-te alguma coisa que seja boa, mas como diz o brasileiro pensamento positivo. Não é fácil, mas tenta.
Beijão

augusto lanca disse...

Esta vista parece a da estrada Baucau-Dili, quase ao pé do Cristo Rei ou Hera. Simplesmente deslumbrante! Timor é uma maravilha, uma pérola de beleza infinita, emergindo do oceano. Fiz esta estrada em Maio para ir com o meu amigo Pedro Sequeira, a uma praia onde ele tem uma casinha, ao pé de uma quase ilha com uma cruz no cimo. Subi a ilhota e Lembro-me que fiquei lá em cima a rezar, a olhar o oceano verde esmeralda, as montanhas a pique com os ai-bubur, paralisado pela emoção.
Quanto à violência: o Miguel Sousa Tavares disse ontem no Telejornal da TVI que Timor é inviável como estado independente pois não há espirito de unidade nacional. Deveria ainda, segundo ele, ter havido uma 3ª questão no papelinho do referendum: a reunião com Portugal. Teria isto sido viável ? Hau la hatene.
Agora não vale a pena olhar para trás. Como diria o Marquês de Pombal: prender os terroristas, activar a justiça e melhorar o sistema penal, desenvolver a economia, para diminuir o desemprego e a violência.
FORÇA TIMOR. LEVANTA-TE E ANDA !!!!
VIVA O POVO MARAVILHOSO DE TIMOR LESTE!
Augusto Lança-Sines